Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



queijadas.jpg

"Com açúcar, com afeto, fiz seu doce predileto".

É assim que Chico Buarque começa um poema que conhecemos numa canção eterna. E se "ele" parou (ou não) em casa, é indiferente para esta história. Hoje o tema são queijadas de leite, o doce predileto de alguns e entre o meu top ten de pequenos doces de conforto.

A receita que partilho acompanha-me há anos, muitos anos. Faço-a desde criança e hoje o sabor intenso a leite e limão é saboreado com entusiasmo pelas minhas filhas, que não recusam um momento passado entre receitas, massas e... queijadas.

A preparação é muito simples e bastam alguns minutos de forno para uma experiência de sabor que torna os dias melhores, desafia a um sorriso e garante a invariável frase: Hummm, tão bom! 

Estou em dívida para com a minha amiga MAG, que adora queijadas e aguarda o final do confinamento para, de uma vez por todas, receber uma bela dose deste pequeno prazer. Está prometido! Os aventais estão preparados, assim como as forminhas de papel que lhes dão o toque final.

Aqui vai:

400 gr de açúcar
2 ovos
100 gr de farinha
Meio litro de leite 
50 gr de manteiga
raspa de limão

Mistura-se o açúcar com os ovos, junta-se a farinha, a raspa de limão, a manteiga e o leite, que deve juntar-se aos outros ingredientes depois de aquecido até ferver.

Quando tudo estiver bem ligado, distribui-se a massa por pequenas formas e vai ao forno.

E já está! Simples e rápido, não?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os pequenos-almoços de fim de semana são, muitas vezes, o momento ideal para preparar mimos para a família e se há coisa que adoro é ouvir a minha filha dizer "- Mãe, está tão bom!"

queijada3.jpg

  

Quando acordo mais cedo (o que acontece com frequência a quem tem filhos pequenos) uma das receitas que ponho em prática é a das Queijadas de Leite. Além de muito rápidas de fazer, fazem as delícias de todos, dos miúdos aos graúdos.

 

Ingredientes simples, um perfume a raspa de limão (ou laranja) e forminhas de papel coloridas garantem que, em poucos minutos, temos o primeiro tabuleiro no forno e, logo após, pequenas queijadas prontas a acolher o primeiro a despertar.

 

A receita é muito simples:

400 gr de açúcar

2 ovos

100 gr de farinha

1/2 litro de leite (que deve juntar-se aos restantes ingredientes a ferver) 

50 gr de manteiga

raspa de limão

 

Com a casa perfumada pelas queijadas acabadas de fazer, pouco demorará para que os pés pequeninos lá de casa dêem corridas rápidas até à cozinha e para que, uma a uma, as queijadas desapareçam enquanto dão os bons dias a cada um de nós.

  

Quando eu tinha a idade da minha filha mais velha, a minha mãe preparava-nos pãezinhos de marmelada. Saboreáva-os à saída do forno - soprava até que a marmelada arrefecesse a ponto de poder ser trincada - e deliciáva-me com um sabor que só a minha mãe conseguia alcançar.

Ainda hoje, apesar de raramente, alguns lanches de inverno contam com estes pãezinhos e a experiência de os provar remete-me à infância e à atenção prestada ao forno aguardando nova fornada. Se as minhas filhas preservarem uma destas memórias, então as Queijadinhas de Leite terão cumprido (ainda melhor) a sua missão.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Posts mais comentados


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.